pesquise no blog

domingo, 25 de junho de 2017

Êxodo

Tudo escorre.

Sem sentido nem direção
tudo explode, hoje,
tudo explode.

Com a calma cirúrgica de um ancião
ela mira o seu liquefazer.
Há tanto nisso que te escorre
ela te diz.
Você?
Você segue escorrendo sem nada reter.

A sua inconsequência
a sua inconsciência
a sua destemperada descrença
de que as coisas são o que são
e não apenas aquilo que, num dia,
poderão ser.

Você nada. Como reter?
Tudo explode tudo escorre
você sem compreender
É a sua ignorância que também vai
ralo abaixo
profundo
pro mundo

Ela te observa
você sem palavra.

Tudo sai tudo quer de ti correr.

Num instante relâmpago
você se pergunta a única coisa
que precisa para sobreviver:

por que foi que eu me tornei essa terra arrasada
esse terreno vago essa coisa insensata?

Mas é tarde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário